Search Placeholder
Judann Pollack | March 15, 2022

A Grey está na A-List de 2022 do "Comeback Agency of the Year"

A Grey ressurge dos "mortos" com uma sequência de vitórias

Não é todo dia que uma agência de publicidade ressurge dos mortos.

 

Em novembro de 2020, quando a WPP anunciou a fusão da Grey com a AKQA em uma nova "rede de soluções criativas globais” chamada de Grupo AKQA, o pressuposto era de que a marca Grey herdada não existiria mais. O artigo da Ad Age a respeito do movimento mostrou uma lápide gravada com as palavras: "Aqui jaz a Grey. Sobrevivida pela AKQA".

 

Mas o fim da Grey foi extremamente exagerado. E, na verdade, essa lápide se tornou o incentivo para o retorno tipo Lázaro da agência de 104 anos. "Tornou-se um ponto de recuperação", disse Michael Houston, CEO Mundial do Grupo Grey. "Já tínhamos conversado sobre diversidade e tensão racial quando tudo isso se acumulou na pandemia. Então, de muitas maneiras eu sinto — seja por design ou por padrão ou por sorte — que estávamos preparados para a pandemia e para ter um inimigo comum, que era o de enfrentar a nossa própria morte."

 

A volta por cima

A Grey alcançou 88 milhões de dólares em novos negócios, elevando sua receita para 258 milhões de dólares à medida que acumulava contas, incluindo MassMutual, Las Vegas Convention and Visitors Authority, Modelo, IHG Hotels e Angel Soft da Georgia-Pacific. A prática de saúde e bem-estar da Grey prosperou com a conquista da Eli Lilly, Genetech e Johnson & Johnson. A Grey foi o pilar na classificação da WPP na impressionante consolidação da conta da Coca-Cola; seu Diretor Criativo Mundial, Javier Campopiano, foi uma pessoa-chave nessa avaliação. Na frente criativa, a agência recebeu elogios pelo seu diálogo estimulante sobre raça, "Ampliar a tela", uma colaboração contínua da Procter & Gamble com a Cartwright, apoiada pela Grey. A agência quebrou tabus apresentando pelos pubianos animados cantando para a Gillette Venus.

 

A Grey também aproveitou a homenagem do cantor country Walker Hayes para a Applebee's amplificando sua dança do TikTok de "Fancy Like", resultando em 60 milhões de visualizações on-line e no dobro das vendas da rede nos EUA para o período de três meses, finalizado em 30 de junho.

 

A Grey criou um falso sabor virtual, o Pringles CryptoCrisp e vendeu-o como NFT. O impulso obteve 92 milhões de impressões em 24 horas.

 

"A nossa abordagem estratégica, reunindo dados e estratégia, começou a construir o nosso momento", disse Houston. "Nós começamos a ganhar uma atrás da outra, e foi aí que nossa confiança realmente começou a se desenvolver."

 

"Agência em rede"

Entre essas vitórias estava a MassMutual em abril. "Tudo, desde a maneira como realizaram a nossa primeira reunião até a forma como trabalharam durante o processo de contratação destacou uma coisa fundamental — eles ouvem", disse Lindsey Slaby, a consultora do Sunday Dinner que realizou a avaliação. Ela também citou a flexibilidade da Grey como um fator importante. "Contrário ao que talvez eu possa ter pensado, eles são super flexíveis em como trabalham e se estruturam", ela disse. "A Grey demonstra que o cliente vem primeiro."

  

A agência disse que isso é possível porque derrubou as barreiras que impedem a colaboração e, como John Patrulis, Diretor de Criação Global, descreve, "Não somos uma rede de agências, somos uma agência em rede". "Não nos preocupamos tanto com o nome ou para onde vai o dinheiro, porque Deus sabe que temos bastante gente no financeiro para resolver isso", disse Houston.

 

"Nós realmente nos concentramos nas necessidades dos clientes e como atendê-las. Se pudermos eliminar a política e a burocracia, pessoas inteligentes desejarão trabalhar com pessoas inteligentes e fazer um bom trabalho."

 

O que nos traz de volta a essa lápide. "Ela meio que se tornou essa coisa que nos ajudou, especialmente em Nova Iorque, a pensar que 'o que realmente importa é o talento — nos negócios, no trabalho e na cultura'”, disse o Diretor de Criação de Nova Iorque, Justine Armour. "Ela realmente nos ajudou a focar no tipo de empresa que queremos ser daqui pra frente."

 

"Temos muito a fazer. Não estamos nem perto de onde queremos estar", disse Houston. O Prêmio "Comeback Agency of the Year" nos deu uma nova motivação para este ano. Estamos felizes por termos chegado aqui. Estamos prontos para ir ainda mais longe.”

 

Apresentado na Ad Age Agency A-List.