Search Placeholder
Shoot Online | February 26, 2021

Resposta à pesquisa de perspectiva da indústria de 2021 — Justine Armor

Resposta à pesquisa de perspectiva da indústria de 2021 — Justine Armor

1. Qual a lição de negócios e/ou criativa mais relevante que você aprendeu em 2020 e como você a aplicará em 2021?

 Quando todos vivemos a mesma vida, todos surgimos com as mesmas ideias. O ano passado foi como um experimento criativo ruim; milhões de pessoas isoladas em uma enorme monocultura. Você tinha uma ideia, e então a mesma ideia surgia em cinco outros lugares. Eu achei isso muito perturbador. Ainda estou dentro da minha casa, mas este ano estou sendo mais consciente em preencher meus olhos, ouvidos e mente com estímulos mais interessantes.

2. Como os eventos de 2020 — da pandemia ao apelo por justiça social e racial — impactarão o conteúdo que você cria e/ou a forma como você trabalha?

Fizemos uma série de projetos com a P&G para sua missão de igualdade no ano passado; uma matéria de igualdade de gênero na pandemia, uma história LGBTQ+ profunda para o Orgulho LGBTQ+ e um filme de 90 segundos sobre o privilégio dos brancos chamado "The Choice" (A Escolha, em tradução livre), sobre o qual a Oprah mencionou. Temos sorte de trabalhar com a P&G porque eles têm estado na conversa sobre raça há anos, então eles não têm medo de fazer um trabalho que adote uma postura firme e desenvolva o assunto. No ano passado, aumentou a urgência em criar uma cultura empresarial onde nossos colegas negros realmente sintam seu valor no trabalho, porque queremos e precisamos de suas perspectivas para impactar o trabalho e entrar na psique pública. A publicidade pode influenciar as massas de formas poderosas, e certamente vemos nosso papel em moldar um futuro de mais igualdade para os negros através do trabalho que fazemos.

3. Olhando para a sua bola de cristal, o que você imagina para o setor — criativamente falando ou do ponto de vista dos negócios — em 2021? 

Uma maior ênfase na verdade, na profundidade e no sentido. Também frivolidade, comédia e fuga.

4. Quais os seus objetivos — criativamente falando ou do ponto de vista dos negócios — para sua empresa, divisão, estúdio ou rede em 2021?

Uma equipe verdadeiramente feliz e que apoia uns aos outros, fazendo um trabalho do qual se orgulham. Esse é sempre meu objetivo.

5. Conte-nos sobre um projeto atual no qual você está trabalhando para o início de 2021.

Sou supersticiosa quando se trata de falar sobre as coisas antes de elas serem apresentadas para o mundo. Até mesmo um projeto totalmente concluído pode ser azarado pelos deuses se você ficar muito convencido. Temos um trabalho divertido para novos clientes, um comercial no Super Bowl, um negócio de segurança de armas sobre o qual estou entusiasmada e alguns trabalhos interessantes para a P&G e a Volvo. Isso é tudo que posso dizer sem arriscar me dar mal.

6. Como sua empresa, agência, rede, serviço ou estúdio se ajustou/adaptou ao mercado em 2020 (novas estratégias, recursos, tecnologia, especialização em saúde/segurança) e o que é um bom presságio para 2021? 

Vivemos no Microsoft Teams, e vejo isso continuando no futuro. Mesmo depois da vacina, espero todos nós trabalhando remotamente por algum tempo.

7. Qual a sua resolução de Ano-Novo — criativamente falando ou do ponto de vista dos negócios — para sua agência, departamento ou empresa?

A WPP anunciou a fusão da Grey e da AKQA no final do ano passado, e alguns jornais especializados chamaram isso de morte da marca Grey. Teve uma lápide e tudo. A Grey não está morta, mas a imagem disso, no final de um ano como esse, foi uma espécie de experiência de quase-morte. Estamos entrando neste ano querendo aproveitá-lo ao máximo, não perder tempo e apenas realmente viver nossas melhores vidas criativas (tudo isso enquanto ficamos presos em nossos apartamentos por provavelmente mais seis meses).

Publicado no Shoot Online